Oremus!

Posted: 28/06/2012 in A vespa poética

 

Oh forças possíveis e cabíveis que regem constrangidas nossos miseráveis dias, temerosos tempos hodiernos!

Livrem-nos dos tentáculos impiedosos que escarram desses seres empedernidos por anseios de prazeres reprimidos e acumulados em detrimento de seus delírios autoflagelares.

Cuidem para que não nos aflijam em movimentos cínicos na danação de nossos espíritos libertários, que banhados na serenidade da conduta respeitosa à vontade alheia, vagam desprotegidos pelas veredas alegres da bem-aventurança conquistada pelo exercício do desprendimento de nossas vaidades cavernosas.

Livrem-nos de seus rancores ignóbeis e seus argumentos injustificáveis fragmentados na pedra perversa do surrealismo guiado na contramão do onipotente.

Olhem por nossas virtudes que não se identificam com a falta de compaixão e com os julgamentos vazios de caridade desses seres que ensaiados pelo ócio podre de suas mentes sem caridade, tentam zerar os estímulos ao progresso criativo das futuras gerações.

Protegei-nos, por misericórdia, da bestialidade desses pretensiosos travestidos de zeladores da moral dúbia da qual são produtores orgulhos e monstruosos.

Limitem a ação desprezível desses abutres corrompidos pelos próprios medos, pelas próprias ambições falidas.

Que suas misérias pessoais não nos empobreçam a razão.

Que suas impressões forjadas no âmago de seus dissabores e delírios de retidão não nos tolham a paz erigida sob o respeito à unicidade de nossos irmãos de permanência na Terra.

E que, o véu pérfido que envolve suas auras subjugadas pela arrogância feroz encobrindo suas escassas películas de lucidez, escorreguem para que a luz da bondade verdadeira e do amor absoluto possa tomá-los irreversivelmente, salvando-os da consumição de suas perturbações carnais que aguçam a sede de perpetuar a ignorância e descrença na verdade única de que somos todos um.

Que assim seja sob custódia do nosso bom senso!

 

Poema; Joice Berth

Fotografia : Christian Cravo

http://www.christiancravo.com

Anúncios
Comentários
  1. Muito bom, Joice! Você, com a sua absurda linguagem, faz uma forte oração poética.

  2. Tânia Consuelo diz:

    Oremus sim! Com muita fé mas sem esperar muito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s