Arquivo de Janeiro, 2013

Fanfarra

Posted: 09/01/2013 in A vespa poética

 

                    Ô vida inútil!

                Ô vida sem graça!

         Debocha de mim, malvada,

           enquanto o tempo passa.

             Mas a risada mais alta

                 enfim será minha.

             Ao final dessa jornada,

        quando eu bater em retirada

         por tristeza, fome ou tiro.

          Livro-me da tua insolência,                             

                  Provo ao fracasso

                 minha competência 

           E te deixo sem reticência.

          E no frio de minha ausência

                  Há de sentir falta

           do meu mundo colorido.             

         Do meu querer constrangido,

        Minha decência escancarada.

      E todo amor que plantei escondido,

     enquanto teu peso me assustava

         há de tecer na madrugada

           milhões de campos floridos.

           Dispersos. Quase Infinitos.

         Do tamanho dos meus amores.